Dúvidas Frequentes sobre o Sesi Viva+

1. A empresa deverá cadastrar os certificados da plataforma Sesi Viva+ e também no S+, considerando que os campos são diferentes no eSocial?

Se o intuito for gerar layout de SST para o eSocial, o registro e a geração dos dados serão sempre no S+.
Se o intuito for arquivar os dados para consulta posterior de certificados do trabalhador, o cadastro sempre será na plataforma. 

2. Os dados do instrutor do curso constarão também no S+, já que o manual do eSocial solicita? 

Sim. No S+ é possível registrar todas as informações do curso. Entende-se então que, para gerar o layout do curso, o próprio curso deve ser cadastrado no S+. Após a geração do certificado, o mesmo poderá ser carregado na plataforma para posterior consulta. 

3. O sistema fará workflow dos possíveis vencimentos? 

Sim. No S+ serão disponibilizados vários alertas em relação aos prazos e vencimentos.

Em contrapartida, haverá também a Central de Informações na qual  serão emitidos alguns alertas de vencimento e acompanhamento. 

4. Será possível inserir a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) na plataforma?

Não. A CAT é registrada no sistema de SST. No S+ é possível fazer o registro do atestado e do afastamento. 

5. Como a empresa deverá comunicar a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) ao eSocial com as plataformas disponíveis? 

O comunicado de acidentes é de responsabilidade da empresa. No sistema há uma tela para registro da CAT, mas o envio fica por conta do empregador. Esse registro no S+ tem o intuito de gerar informações para os indicadores de absenteísmo presentes na plataforma.  

6. A empresa poderá visualizar os dados de peso, altura, IMC de todos os colaboradores? 

Sim, a empresa terá acesso a esses dados dos trabalhadores. Abaixo segue um resumo de como acessar: 

1. No menu, clicar em "pesquisar trabalhador".
2. Buscar trabalhador por nome ou CPF. Nessa tela, se você der três espaços no campo de busca e clicar no botão "pesquisar" o resultado mostrará todos os trabalhadores cadastrados.
3. Clicar no nome do trabalhador que deseja visualizar.
4. Clicar no ícone "Minha saúde". 

7. Quais indicadores serão apresentados, caso a empresa possua abas sem conteúdo?

Atualmente, são disponibilizados os indicadores de Saúde, Segurança e Gestão de Afastamentos. Nas demais abas, futuramente também serão apresentados os indicadores de Promoção de Saúde, Gestão de Fornecedores, Indicadores Legais e Social. 

8. O cadastro do trabalhador contemplará mais dados além de nome, CPF, data de admissão, NIT e RG para que possa ser feita a gestão dos dados em um único lugar? 

A gestão, na verdade, será realizada no S+ pela equipe do Sesi na hora de fazer os programas.

As atualizações na plataforma são referentes aos dados de contato com esse trabalhador, a fim de que ele receba corretamente os e-mails ou, se houver necessidade, para que seja feito o contato com o mesmo.

É possível que esses mesmos dados sejam refletidos no S+, a fim de manter os dois cadastros síncronos. 

9. Na plataforma poderão ser visualizadas as datas dos ASOs (Atestados de Saúde Ocupacional) realizados pelos colaboradores? 

Sim. A plataforma possui uma "linha do tempo" na qual demonstra todas as consultas realizadas pelo trabalhador, conforme imagem abaixo:

10. A segunda via de ASO estará disponível na plataforma?           

Atualmente a empresa poderá emitir a segunda via de ASO caso seja configurado o SESIGED e o mesmo tenha acesso ao S+ para emissão. 

11. A plataforma fornecerá junto com o XML do S+ os dados de certificados para o eSocial?

A gestão de cursos e certificados é de responsabilidade da empresa. A empresa que tiver acesso aos programas do Sesi no Paraná poderá gerar os layouts* relativos à SST diretamente no S+, manualmente ou por integração de sistemas (*layouts: s1060, s2220, s2240).

Porém, o sistema S+ possui um módulo de treinamento no qual a empresa pode, por conta própria, cadastrar os dados a fim de gerar o layout dos cursos. Assim, será possível gerar o XML dos cursos, mas o Sesi não se responsabiliza pelo registro e manutenção das informações dos cursos.

Em resumo, a empresa terá como preencher os campos e gerar os layouts de treinamento no S+.

12. A empresa pode cadastrar as vacinas dos colaboradores?        

O cadastro de vacinas é feito no perfil do trabalhador e são autodeclaradas, ou seja, somente o próprio trabalhador pode incluir a informação manualmente. Para as empresas que fizerem a campanha de vacinação com o Sesi no Paraná, futuramente os dados serão carregados automaticamente na plataforma.

13. Temos um passo a passo para a extração do XML do S+?          

O sistema possui a Central de Ajuda na qual estão descritos todos os passos para extração dos layouts de eSocial.

14. Na opção "fontes externas" na plataforma, as informações que constam são baseadas apenas nas empresas que o Sesi atende?         

Não. Como o próprio nome já diz, são dados de fontes externas.

15. Na opção "fontes externas" é possível fazer comparação com empresas do mesmo segmento?

Os dados de fontes externas possuem os indicadores fixos para cada segmento. Assim, quando entrar o segmento de plásticos/embalagens, por exemplo, os indicadores mostrarão apenas o consolidado desse segmento, não sendo possível comparar empresas específicas dentro de um segmento.

16. Na opção "fontes externas" terá o segmento hospitalar?         

O foco da plataforma Sesi Viva+ é a indústria. Porém, no futuro, teremos a possibilidade de atender outros segmentos com um preço diferenciado.

17. A plataforma será compatível com o sistema SENIOR?

A Senior está trabalhando na construção de um "agrupador/validador" que poderá ser utilizado pelos seus clientes como solução para o eSocial. Já o S+ possui WebServices passivos que podem ser consumidos pelos sistemas da empresa.  Dessa forma, é possível consumir informações do S+ a fim de integrar com os sistemas da empresa, seja ele SENIOR ou outro player de mercado.

18. Será possível a integração de arquivos? Ex. lançar atestado no sistema de RH e aparecer na plataforma.

A fonte de dados da plataforma é o sistema S+, assim os dados sempre serão lançados no S+. É possível fazer toda a gestão de absenteísmo diretamente no sistema. O cliente poderá fazer a gestão por conta própria ou contratar uma consultoria do Sesi para essa finalidade, sendo que somente nessa última opção é que o layout de eSocial será disponibilizado.

19. Será possível inserir na plataforma certificados em geral do trabalhador?

Sim. Podem ser cadastrados na plataforma todos os certificados do trabalhador.

20. Os indicadores da saúde poderão ser pesquisados por setor?

Sim. Na tela dos indicadores há um filtro para essa finalidade.

21. De que forma o gestor master poderá ter acesso aos certificados dos funcionários que realizarem os cursos EaD?   

Os certificados são pessoais e cada trabalhador recebe o seu. O trabalhador poderá fazer o upload do certificado ou encaminhar ao gestor para que ele faça a inclusão na plataforma.

22. Quando estará disponível o agendamento on-line? O acesso será pela plataforma?

Essa funcionalidade está em fase de construção. Será possível acessar o agendamento on-line via plataforma, por meio de um link.

23. Quando e como o responsável irá receber os lembretes avisando sobre vencimento dos exames periódicos dos empregados?

O S+ possui uma funcionalidade que permite o agendamento de relatórios para envio automático no e-mail da pessoa responsável na empresa.

24. Como o gestor vai controlar as ações do PPRA? 

A empresa deverá imputar as ações no Plano de Ação do PPRA. No final da vigência será apresentada à empresa a porcentagem de cumprimento das metas por meio do Relatório de Análise Global no Sistema SST.

25. Como conferir as descrições dos cargos e tirar relatórios?        

A empresa poderá utilizar os relatórios agendados para essa finalidade.

26. O gestor tem como encaminhar solicitações de exame admissional, periódico e demissional pela plataforma?

O S+ possui funcionalidades para a convocação de exames via e-mail e também via SMS. A empresa poderá utilizar essas funcionalidades, caso possua o acesso ao S+.

27. O gestor pode importar os layouts do eSocial ou só o Sesi pode fazer isto?

Existem duas formas de retirar os dados do S+ para o eSocial: AUTOMATIZADA E MANUAL. Caso a empresa opte por extração manual, o gestor terá o acesso para baixar os layouts de SST diretamente no S+. Caso a extração seja automatizada, há a opção do exporta dados (Dado puro) ou do Webservices (Passivos) para a empresa consumir a informação.

28. Onde imprimir o PPP?          

É possível imprimir o PPP no S+, como também fazer a manutenção dos PPP's, inserindo informações faltantes para impressão do documento completo.