Só um instante. Estamos impulsionando o site.
← voltar

CONHEÇA A Maria

Proprietária da Decormade, ela conta como recebeu o apoio do Senai para reformular sua marca e sua linha de produtos

A Decormade nasceu em 1974, já como uma referência na fabricação de móveis de qualidade. Os produtos da empresa têm predominância em madeira e são atemporais, se encaixando entre o clássico e o moderno.

 “Sempre fabricamos produtos, mas não tínhamos uma linha de design própria. E isso é um desejo e uma necessidade de todas as indústrias do ramo”, diz Maria Bond Schwartsburd, proprietária da empresa

Foi a partir de uma consultoria feita pelo Senai em 2010 que esse objetivo foi finalmente alcançado. O projeto, que inicialmente atendia à fábrica, também foi estendido à loja. Mas antes de contar como isso aconteceu, vamos conhecer outra empresária que teve o apoio do Senai: a Margaret.

CONHEÇA A Margaret

Conheça a história da empresária que superou as adversidades e fez da sua fábrica de massas um sucesso com o apoio do Senai

Em 1999 a empresária Margaret Vecchi estava desanimada. Tinha acabado de perder o emprego, o que a levou a abandonar a faculdade de Psicologia. Ao perceber sua preocupação, seu filho perguntou: “Mãe, por que você não vende pizzas? As que você faz são tão gostosas!”

Margaret colocou a ideia em prática ainda naquele ano, fazendo pizzas em casa para vender em pequenos estabelecimentos de Curitiba. A qualidade dos produtos provocou um aumento na procura e, com isso, ela precisou contratar duas funcionárias. Nascia assim a Amábile Massas, cujo nome era uma homenagem à avó de Margaret.

De lá pra cá, a empresa passaria por várias mudanças. Mas antes de contar essa história, vamos voltar à Maria.

Saindo da zona de CONFORTO

Maria fala sobre a parceria entre a Decormade e o Senai: “Com o posicionamento da marca, a formatação da nova proposta da loja e todo o estudo realizado, demos os primeiros passos para consagrar nosso lugar. O apoio do Senai foi fundamental nesse processo”, conta a empresária. “Foi um trabalho com um olhar jovem, de ideias, e cheio de entusiasmo”.
 
Segundo ela, isso fez a Decormade sair de um posicionamento confortável para um novo conceito de trabalho. As mudanças provocaram um amadurecimento de conceito, de relacionamento e posicionamento. “A consultoria despertou o desejo de inovação”, explica.
 
A parceria deu origem a um produto cujo design viria a obter reconhecimento no Brasil e no exterior. Mas antes de entrar nesse assunto, vamos voltar à história da Margaret.

Desde 2013, o setor moveleiro paranaense – e os setores de alimentos, construção civil, metalmecânica, entre outros –
pode contar com o apoio dos
Institutos Senai de
Tecnologia e Inovação
.


Saiba mais sobre eles a seguir

IST e ISI:
mais tecnologia e
inovação para
todo o Paraná

O Programa Senai de Apoio à Competitividade foi criado em 2012 pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Departamento Nacional do Senai com o objetivo de estimular a inovação e o desenvolvimento tecnológico no país. No Paraná, os investimentos totalizam R$ 190 milhões e incluem 10 Centros de Educação Profissional, sete Institutos Senai de Tecnologia e um Instituto Senai de Inovação. Navegue pelo mapa para saber um pouco mais sobre cada uma das unidades.

Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica (Curitiba)
Investimento realizado:
R$ 14.717.430,24


Desenvolve estudos em tratamento de
materiais / corrosão, energia, pilhas e
baterias, sensores eletroquímicos e
tratamento de resíduos.

Instituto Senai de Tecnologia em Meio Ambiente e Química (Curitiba/CIC)
Investimento realizado:
R$ 7.252.721,98


Realiza ensaios que atendem às principais legislações ambientais vigentes e diagnósticos e orientações técnicas e tecnológicas para implantar a inovação.

Instituto Senai de Tecnologia em Madeira e Mobiliário (Arapongas)
Investimento realizado:
R$ 4.941.138,02


Propõe qualificação técnica e segurança em ensaios laboratoriais, com acreditação pelo INMETRO.

Instituto Senai de Tecnologia em Tecnologia da Informação e Comunicação (Londrina)
Investimento realizado:
R$ 4.443.784,84


Presta serviços e testes nas diversas áreas de software, com metodologia própria que pode ser customizada.

Instituto Senai de Tecnologia em Construção Civil (Ponta Grossa)
Investimento realizado:
R$ 4.307.337,84


Promove o controle da qualidade dos materiais, do desenvolvimento de pesquisas aplicadas, na realização de ensaios e na oferta de treinamentos "in company"

Instituto Senai de Tecnologia em Celulose e Papel (Telêmaco Borba)
Investimento realizado:
R$ 698.956,71


Oferece ensaios e normativas técnicas de celulose, madeira, Insumos, papel ondulado, entre outros.

Instituto Senai de Tecnologia em Metalmecânica (Maringá)
Investimento realizado:
R$ 7.293,48


Oferece um ambiente de inovação para que pessoas com diferentes perfis e habilidades possam se encontrar para trabalhar de forma colaborativa no desenvolvimento de produtos e negócios.

Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebida (Toledo)
Investimento realizado:
R$ 3.020.487,51


Realiza análises de controle de qualidade e de fiscalização, seguindo métodos analíticos oficiais, atendendo às exigências legais de órgãos oficiais.

Desde 2012, o Senai atendeu milhares de empresas em ações de inovação. Confira no gráfico a seguir alguns desses números.

FERMENTO para crescer

No ano de 2003, a empresa de Margaret acabou aumentando: entrou no negócio a também empresária Isolda Belotto. A sociedade rendeu bons frutos e, em menos de cinco anos, a empresa já contava com mais de 50 funcionários.
 
Margaret lembra que as dificuldades foram muitas, mas a determinação das sócias em manter o sonho tornou a empresa uma referência em qualidade.
 
Foi nos últimos dois ou três anos que Margaret percebeu que a empresa precisava de mudanças. Alguns amigos sugeriram que ela procurasse a ajuda do Senai.
Os consultores da instituição propuseram uma mudança geral.
 
Quer saber qual foi? A gente já conta. Antes, vamos concluir a história da Maria.

PARCERIA PREMIADA

O projeto desenvolvido entre a Decormade e o Senai teve três vertentes: o reposicionamento do negócio, por meio do design estratégico; o reposicionamento da marca e construção da identidade visual; e a configuração de novas linhas de produto. Esta última fase resultou em uma série de produtos de design exclusivo criados pelo Senai +Design. O primeiro a alcançar o mercado foi a poltrona “Blue Note”.

Parte da coleção New Jazz, a “Blue Note” foi inspirada nesse estilo musical, com referências estéticas do Art Déco nos anos 20, época do surgimento do jazz. Com suas formas bem estruturadas, braços em linhas curvas e multilaminados curvados, a poltrona concorreu ao Prêmio IDEA 2013, em suas edições nacional e internacional, e foi premiada com bronze na categoria “Sala de Estar e Quarto”.

 

 

 

 

 

Maria destaca o trabalho do Senai para quem quiser ouvir: “Há sempre a possibilidade de olhar sua empresa de um outro ângulo. Do lado de fora. Porque de outra maneira não é possível enxergar suas dificuldades e seus limites”.

O Senai PR é referência em todo o país quando o assunto é inovação. Prova disso são os inúmeros prêmios que a instituição recebeu
nos últimos anos.


Saiba mais

Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável (2013)

Categoria Empreendedorismo Econômico ,com o projeto Pré-incubação de Projetos de Empresas em Telêmaco Borba Gerando Novos Negócios

Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador (2013)

Para a empresa Vision to Business (V2B) Tecnologia, incubada dentro do Senai, na categoria Melhor Empresa Incubada

Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia (2014)

Para o projeto Auxipó, desenvolvido pelo professor Rodrigo Zawadzki e por alunos do curso técnico em Meio Ambiente do Senai na CIC

RCE Awards (2014)

Para o Núcleo Senai de Sustentabilidade, na categoria “Community Engagement: Mobilising Local Innovations for Sustainable Development

Uma pitada de inovação

Margaret costumava dizer que era possível mudar tudo, menos a logomarca da Amábile. “No entanto, eles mudaram isso também. E o resultado foi fantástico. Os consultores foram muito profissionais e ousados. O trabalho do Senai foi um marco na história da empresa”.


Além da logomarca, as reformulações atingiram também as embalagens dos produtos que a empresa produz: massa para pastéis em rolo, em disco, pastéis prontos e lasanhas. As pizzas foram terceirizadas.


A partir daí, foi registrado um crescimento de mais de 30% nas vendas. “Os consumidores elogiam a mudança e, cada vez mais, relacionam a marca do produto à empresa”, comemora.


Margaret afirma que gostou tanto do resultado que já indicou o trabalho do Senai para muita gente. E continua com a parceria, agora com o objetivo de criar novos produtos.■

Bússola da Inovação

Em 2012, o Sistema Fiep realizou pela primeira vez uma pesquisa para coletar informações relativas à inovação e identificou 1.240 empresas paranaenses com perfil inovador, distribuídas em 27 setores. Ao concluir o questionário, as indústrias receberam diagnósticos com considerações sobre o tema e sugestões de melhorias.

Acesse o site do projeto

E é assim que o Sistema Fiep
dá impulso à Tecnologia e Inovação no Paraná

Gostou? Compartilhe essa história.

Quer ser avisado sempre que uma nova história for
publicada? É só cadastrar seu e-mail.